crítica

The Dressmaker (2015) – Jocelyn Moorhouse

The Dressmaker conta a história de Myrthe “Tilly” Dunnage (Kate Winslet) que volta a sua cidade natal de Dungatar, na Australia, após 25 anos em busca de resposta e vingança. Ela saiu da cidade após ser acusada de matar um garoto e foi mandada a um internato em Londres. O problema é que Tilly não se lembra muito do acontecido e se questiona se realmente cometeu o crime, tendo quase certeza que não ela pretende se vingar dos moradores da cidade que fizeram tão mal a ela.

Acontece que a cidade é um peido na Austrália, só tem uma rua principal, e aproximadamente 20 moradores.

Tilly em seu tempo fora estudou moda e faz vestidos – como o titulo em inglês mostra – e seu nível de vingança é mostrar que através das suas roupas ela vai enfrentar totalmente o estilo de vida levado naquela pacata cidade.

Além de estar linda maravilhosa tudo de bom como sempre nesse filme, o que realmente chama atenção não é Kate Winslet, mas os personagens periféricos da trama. Todos os moradores da cidade são super excêntricos: um homem que droga a mulher, um velho corcunda que precisa da ajuda de todos,  uma velha de cadeira de rodas viciada em haxixe, um policial que gosta de se vestir como mulher (interpretado pelo fantástico Hugo Weaving, que já havia interpretado uma travesti em Priscila a Rainha do Deserto) e principalmente a mãe de Tilly, Molly (Judy Davis), que além de louca se esqueceu completamente de ter uma filha.

Baseado em um romance de mesmo nome, o filme é uma grande paródia, uma comédia caricata, que brinca com indivíduos não o espaço a que pertencem. Tilly é essa bombshell que usa vestidos extravagantes e de tapete vermelho (inspirados na coleção dos anos 50 de Dior), no meio de um deserto e encanta as mulheres da cidade a fazerem o mesmo. A de certo modo abraçarem sua beleza e feminilidade. E sem esquecer que isso nos anos 50. E aos poucos você se apaixona por esses personagens super esquisitos e que vão tirar ótimas risadas de você.

tumblr_o31ab9jedy1r51r3ro1_500

Um ponto alto do filme, que talvez tenha me chamado mais atenção e também me fez querer assistir foi o casal. Tilly faz par com Teddy, que é interpretado por Liam Hemsworth, que é 14 anos mais novo que Kate Winslet. E numa indústria tão masculina como o cinema vemos o tempo todo homens com diferenças exorbitantes de idade ficando com as mocinhas que acabaram de entrar na faixa dos 20, é liberador, chega a ser empoderador, poder ver uma mulher mais velha, atuando como uma mulher mais nova e ainda assim ficando com o cara mais novo que ela. E gente, ninguém pode dizer um ai da Kate Winslet né? Ela é minha deusa pra sempre, bjs.

tumblr_nrei11ub1x1siw81so2_500
feio demais, achei ofensivo

 

A química entre o casal é ótima. Super verossímil e delicioso de ser ver. Liam esta magnífico como sempre, com aqueles olhos azuis pactuados com Lucifer. Ele aos poucos conquista Tilly que obviamente cai em sua graça. Uma beleza de se ver.

tumblr_o2yz4axd0z1rwgnuio5_500

 

Contudo, um ponto baixo do filme é que quando você pensa que ele chega no final, mais coisa começa a acontecer. E após um acontecimento meio chocante do tipo WTF, as coisas começam a sair do controle. De certa maneira fazem sentido, mas, pra mim, ficaram um pouco mal amarradas, extrapolou o que estava indo bem até então. O que não justifica não ver o filme.

Recomendo sim, porque a Kate tá incrível e sempre vale a pena vê-la na tela. Além do mais, tirará boas risadas de você. Também vale SUPER a pena pelo figurino MA – RA – VI – LHO – SO que ganhou até uma exposição.

Aqui está o trailer, para quem não viu ainda:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s